Quanto ganha um recenseador do IBGE 2023?

Já pensou em ser Recenseador do IBGE? Não sabe o que é isso, o que faz ou quanto é a remuneração? Veja logo abaixo, quanto ganha um recenseador do IBGE 2023?

quanto ganha um recenseador do ibge
quanto ganha um recenseador do ibge

Não se preocupe, aqui neste artigo iremos te explicar tudo sobre essa profissão. Veremos quais são as atribuições do cargo, como se tornar um recenseador, os requisitos, remuneração e benefícios ganhos.

Dessa forma, você terá uma visão bem completa da área e poderá decidir se irá seguir para essa profissão.

E então, vamos começar?

O que é um Recenseador do IBGE?

A principal atribuição de um Recenseador é realizar entrevistas com moradores, no momento da coleta de informações. Como o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) precisa coletar dados da população, principalmente aquelas mais distantes dos centros urbanos.

Dessa forma, o Recenseador é um profissional essencial. Ele recebe um treinamento específico, para saber como abordar a população e conduzir a entrevista.

Assim, a cada dia de trabalho, o profissional recebe quais são as casas que irá entrevistar e quais perguntas deve realizar.

Para isso, tem a seu dispor um aparato específico, como celular, para registrar as respostas. Ainda, receberá um crachá para identificação do funcionário do IBGE.

Com isso, caso opte por essa profissão, seu trabalho será de campo, onde você deve percorrer as regiões da cidade para coletar informações.

Assim, o trabalho é feito de acordo com a produção necessária, o que impacta na remuneração. Veremos mais sobre ela à frente. Mas antes, vamos saber como você pode entrar nessa profissão.

Quanto ganha um recenseador do IBGE 2023? – Como ser um Recenseador do IBGE?

Para ser um Recenseador do IBGE, você deve prestar um concurso público. Sendo assim, é uma profissão concursada, onde ao passar você se torna um servidor público. 

O último concurso já aconteceu no primeiro semestre de 2022. Na época, foram mais de 180 mil vagas disponibilizadas no Brasil inteiro.

Assim, para poder participar do processo seletivo, você deve cumprir alguns requisitos necessários. A seguir, veremos mais sobre eles. 

Quais os requisitos do concurso para Recenseador

Para participar do concurso do IBGE para Recenseador, você terá que cumprir alguns requisitos, são alguns deles:

  • Ter mais de 18 anos
  • Ter concluído o Ensino Fundamental
  • Estar com seus direitos políticos garantidos e não bloqueados. Além disso, deve estar em dia com suas obrigações com a Justiça Eleitoral
  • Os candidatos do sexo masculino devem estar em dia com suas obrigações militares
  • Ser brasileiro nato ou naturalizado

Cumpre com todos os requisitos? Então confira agora sobre a remuneração e os benefícios oferecidos!

Quanto ganha um Recenseador do IBGE?

De acordo com as remunerações de concursos anteriores, um Recenseador do IBGE pode ganhar até R$ 4 mil. O salário é dado de acordo com a produção. Ou seja, pelas horas trabalhadas nas jornadas de pesquisa.

Além disso, essa remuneração varia de região para região. Para isso, o IBGE criou um simulador. Com ele, você poderá saber quanto ganhará em seu local de trabalho.

Para acessar o simulador, basta clicar aqui. Assim, você deverá colocar seu município e depois as horas de trabalho. Veremos mais sobre elas a seguir.

Qual a jornada de trabalho de um recenseador

A jornada de trabalho do recenseador é bem variável, já que depende do quanto de casas você deverá visitar. Sendo assim, a jornada de trabalho semanal varia de 25 a 50 horas, dependendo da escolha da pessoa.

Além disso, o contrato inicial será de 3 meses, podendo ser prorrogado por mais tempo.

Mas, além do salário, o recenseador ganha ainda alguns benefícios. Vamos ver um pouco mais sobre eles a seguir.

Veja também: Quantos são 100 mil dólares em reais?

Quais os benefícios que um recenseador ganha?

Entre os benefícios dados ao recenseador, temos:

  • Ajuda de custo para locomoção dentro da cidade
  • Férias e 13º salário proporcionais
  • Auxílio alimentação
Deixe um comentário